Mais 5 erros comuns na hora de perder gordura e ganhar músculos!

Essa é a segunda parte do artigo 5 erros mais comuns na hora de perder gordura e ganhar músculos

Erro 6: Treino com Pesos Insuficiente — Você precisa de de mais treino!

A medida que você perde peso, a única maneira de proteger seus músculos e ossos é estimular os músculos e o tecido ósseo. Isso significa uma ter um treino com pesos relativamente intenso, pelo menos três vezes por semana ou quantas vezes seu treinador achar necessário para o seu caso.

Erro 7: Treino com pesos com intensidade insuficiente (treinar a 65% ou + de sua repetição máxima)

Você não vai lucrar muito de passar 50 minutos na academia puxando peso com muitas repetições. Você precisa de pesos relativamente pesados (mesmo que você não chegue a falhar) para cada uma das suas séries. Idealmente, isso deveria ser cerca de 65% da sua repetição máxima. Se você consegue agachar com no máximo 60 quilos, então você deveria treinar com 38 quilos. 
 
Para medir sua repetição máxima e saber uma porcentagem que seja ideal para seu treino, converse com seu treinador.

Erro 8: Não fazer qualquer tipo de atividade cardiovascular — mas também não fazer demais!

Exercícios aeróbicos ajudam a queimar muitas calorias. Um treino aeróbico em conjunto com um treino de pesos vai deixar você com certeza no caminho correto para a perda de gordura. Mas cuidado: fazer isso muito mais do que uma hora pode fazer com que seu corpo comece a utilizar sues músculos como combustível. Converse com seu treinador para uma otimização do seu treino!

Erro 9: Exercitar-se de estômago vazio e/ou não comer corretamente depois do treino 

Quando o seu corpo sem combustível, seja em um exercício intenso ou quando seu metabolismo está desgastado depois do treino e você não comeu, seu corpo começa a transformar a musculatura em combustível, pela ação do hormônio cortisol. O truque é prover o nível de carboidratos suficientes para prevenir que o cortisol aja, mas sem exagerar para que não haja energia demais sobrando. Essas quantias corretas podem ser identificadas pelo seu nutricionista. 

Erro 10: Precisão e disciplina insuficientes

Pode parecer óbvio, mas o que estamos tentando alertar aqui não é trivial. Você já sabe todas as porcentagens presentes no seu corpo? Músculos, gordura, ossos? Já sabe a sua quantia exata de calorias para ingerir por dia? Você sabe quantas calorias consumiu e gastou ontem? Se nada disso parece óbvio para você é porque não é mesmo. As pessoas mais bem sucedidas em perder peso, construir músculos e ter o corpo dos sonhos se deram o enorme trabalho de documentar e esclarecer todos os detalhes sobre seu próprio corpo por dentro. Consulte seu nutricionista e seu treinador para os resultados ideais!
 
E por último, fique sempre atento para não treinar demais! Não fique com medo de descansar durante uma semana ou reduzir seu treino pela metade naquele período, se você sentir que seu corpo não está  se recuperando. O corpo também necessita de descanso.  

Suas Metas São Possíveis Ou Surreais?

Sim, parece que treinar e comer tronco de árvore com raspa de limão por uma semana ou duas vai levar a um resultado fantástico — suas calças vão estar caindo depois de toda essa dor e sofrimento que você vai passar.
A realidade é um pouquinho menos animadora. Às vezes, nada demais acontece (pelo menos externamente) além de músculos doloridos e frustração. Às vezes, é até pior. Você pode inclusive ganhar peso. Isso é geralmente temporário, mas não é divertido passar pelo processo.
 
E ai? O que fazer quando você está fazendo tudo certinho e seu corpo não está respondendo ainda?
 
O que fazer
 
Metas tangíveis — não tem como adivinhar quanto de peso você vai perder por semana (quanto de músculo você vai ganhar por semana, quantos quilômetros vai conseguir correr, etc), mesmo quando você faz tudo perfeitamente (que provavelmente você não vai fazer, não o tempo todo). Tente esquecer essa história de perder peso, ganhar músculo ou percentuais de gordura e crie metas mais concretas. Complete um certo número de treinos por semana, por exemplo, ou treinos sob certa intensidade. Crie um diário de exercícios e marque seus treinos em um calendário e assim comemore semanalmente o seu sucesso.
 
Descubra com o que metas realistas se parecem —exercício não é um truque de mágica, não importa o quão fantástico algumas pessoas fazem parecer, e mesmo com tudo o que você vê nas revistas e nos comerciais, não há atalhos para alcançar seus objetivos. A verdade é que são necessários muito mais exercícios do que você imagina para perder peso, ganhar músculos, criar condicionamento físico e muito mais tempo também. De fato, pode levar até um ano para ver mudanças reais e permanentes, simplesmente porque geralmente leva esse tempo para que você aprenda como superar os obstáculos já presentes na sua vida e criar hábitos.
 
Aceite que você não pode controlar todos os aspectos das suas metas — você pode controlar sua alimentação e seus exercícios, gerenciar seu estresse e suas horas de sono, mas há outros fatores que não conseguimos controlar. Idade, sexo e sua genética, só para citar alguns deles. Não há como controlar os amigos que ligam para fazer outra coisa na hora do treino, sua família que precisa de atenção, o trabalho que atrapalhou sua rotina… Independente de todos os fatores, faça seu melhor e esqueça do resto.

Pare de dar Desculpas!

Nós podemos inventar centenas de motivos para faltar no treino e eles são terrivelmente urgentes e importantes. Estamos muito ocupados, estamos cansados, precisamos lavar o carro, temos uma reunião, os filhos para levar na escola e gente, aquele cantinho de poeira ali em cima da geladeira não vai se limpar sozinho, né?!